terça-feira, 12 de junho de 2007

Barômetro Financeiro - Internacional

Saudações Australianas !

O destaque no mercado asiático foi a alta na inflação chinesa que ficou em 3,4% em maio ante 3,0% em abril o que deve determinar novo aumento dos juros. Os índices chineses fecharam mais uma vez em alta em torno dos 2,00% e o Governo dará novas permissões para a operação de fundos de previdência com participação máxima de 49% de capital estrangeiro.

Na Europa a alta inicial foi perdida com o avanço na taxa dos títulos americanos que leva o dólar a ter nova valorização frente ao euro e iene.

A curva de juros americana segue em seu processo de ajuste com o 10Y chegando aos 5,20%, maior taxa desde junho de 2006, e o 30Y a 5,29%, maior taxa desde maio de 2006.

A sustentação dos preços do petróleo e gasolina aumenta o receio de uma pressão inflacionária que possa levar o Fed a um aumento dos juros, cenário que considero pouco provável no médio prazo.

Tanto o PPI como o CPI deverão apresentar altas nos índices cheios devido ao movimento da gasolina que atingiu a maior cotação em um ano na segunda quinzena de Maio.

O fundamental será o comportamento dos serviços, especialmente aluguéis, que vem pressionando o núcleo do CPI, mas, deram nos últimos dois meses sinais de estabilização.

No petróleo o WTI opera em queda de 0,18% mesmo após a IEA ter divulgado que a demanda em 2007 deverá ser 2% superior.

No mercado de cambio, o real deve acompanhar a tendência das principais moedas perdendo força frente ao dólar no curtíssimo prazo.

Novidades daí ??? melhor vcs me falarem !!! ... rsss...

Abcs e bons negócios !

Um comentário:

GiaMa disse...

Quando vc volta? Nos devemos comer outra pizza e beber cerveja em Rascal! :-) Até logo!

Dúvidas ou Sugestões ???

Fique a vontade pra me mandar uma mensagem:
bancotario@hotmail.com